Entidades empresariais prestam apoio ao Plano de Modernização do Rio Grande do Sul

A FCDL-RS, juntamente com as demais federações gaúchas, entende que as reformas propostas pelo governador Sartori são fundamentais para promover a recuperação econômica e social do estado


Geral - 14/12/2016
Vice-governador defende no interior medidas de modernização do Estado
Vice-governador defende no interior medidas de modernização do Estado - Créditos: Governo do Rio Grande do Sul/Divulgação
      As federações empresariais do estado, entre as quais a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul - FCDL-RS, divulgaram na terça-feira (13/12) um manifesto de apoio ao pacote apresentado pelo governador José Ivo Sartori contra a crise estadual. O vice-presidente da entidade representativa do varejo gaúcho, Jorge Claudimir Prestes Lopes, participou do evento que aconteceu na sede da Farsul, em Porto Alegre.
      A FCDL-RS, a FIERGS, a Fecomércio-RS, a Federasul, a Farsul, a Agenda 2020 e o Movimento Brasil Competitivo, que assinaram o manifesto, apoiam o Plano de Modernização do Rio Grande do Sul, por entenderem que é inadiável que o Governo volte a ter capacidade de investimentos em áreas fundamentais para o desenvolvimento econômico, como infraestrututra, saúde, educação e segurança, e que possa pagar seus servidores em dia. As entidades ressaltam que as reformas são necessárias e urgentes.
     - Estamos unindo forças para apoiar o pacote do governador Sartori por observamos que ele precisa ser respaldado para promover as necessárias reformas que resgatem a força econômica e social do Rio Grande do Sul. O nosso estado precisa ter mais saúde, educação e segurança, e precisa ser administrável, sob pena de não poder mais oferecer o mínimo necessário para a sociedade gaúcha - destaca o presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch.
     Os líderes empresariais gaúchos apoiam todo o pacote, inclusive a revisão de incentivos fiscais e a extinção de fundações que são de interesse das próprias entidades.
     Junto com o manifesto, foi divulgada uma pesquisa realizada pelo Instituto Pesquisa de Opinião. Vários dados estão elencados no levantamento, com destaque que para a população o pior problema do Estado é gastar mais do que arrecada e que 40,6% dos cidadãos ouvidos não tem conhecimento algum sobre o pacote que o governo estadual enviou para a Assembleia Legislativa.

[Fonte:   Play Press]
Clique aqui para comentar
Para comentar, você deve estar conectado à uma dessas contas:



Comentários
Os comentários não representam a opinião do Grupo Redesul. A responsabilidade é do autor da mensagem.