No combate à pirataria, entidades somam esforços

Em setembro, Ajorsul passa a integrar oficialmente a Comissão de Combate à Informalidade da Fecomércio


Geral - 14/09/2016
Créditos: Divulgação
      A partir do mês de setembro, a Associação do Comércio de Joias, Relógios e Óptica do Rio Grande do Sul (Ajorsul) participará, de forma oficial, das reuniões da Comissão de Combate à Informalidade da Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado do Rio Grande do Sul (Fecomércio-RS). A entidade, que já havia participado de encontros anteriores representada pelo vice-presidente Eduardo Machado, recebeu no mês de agosto o convite formal para integrar a comissão.
     - Estamos unindo esforços no combate à pirataria dos produtos e ao comércio informal que, além de causar prejuízos aos segmentos, prejudicam também o consumidor. A Comissão já tem um trabalho focado no setor óptico e agora, com o nosso ingresso, também poderemos atender demandas na relojoaria e na venda informal de ouro, por exemplo - comenta o presidente Celso Stürmer.
     Em breve, a Comissão lançará a campanha "Produtos falsificados: se você olhar de perto, o diagnóstico é cruel", que já conta com a presença da Ajorsul entre as entidades integrantes do órgão.
Clique aqui para comentar
Para comentar, você deve estar conectado à uma dessas contas:



Comentários
Os comentários não representam a opinião do Grupo Redesul. A responsabilidade é do autor da mensagem.